Educação define datas das avaliações que acompanham desempenho dos estudantes

Educação define datas das avaliações que acompanham desempenho dos estudantes

Com três provas aplicadas ao ano, rede estadual de ensino propõe acompanhamento mais minucioso da aprendizagem coletiva e individual

Estudantes da rede estadual de ensino vão passar por três avaliações de rede neste ano, agora com 100% deles já de volta às salas de aula. Com as provas, a Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais (SEE/MG) vai fazer um acompanhamento ainda mais minucioso da aprendizagem dos alunos. A partir dos resultados, professores saberão exatamente quais dificuldades precisam ser superadas e, assim,  poderão implementar estratégias pontuais e efetivas.

“Após dois anos de ensino remoto, ainda permanece urgente e necessário identificar e corrigir as lacunas de aprendizagem dos nossos estudantes. As avaliações são importantes ferramentas para a secretaria na orientação das políticas públicas, além de municiar professores e gestores escolares com dados que norteiam intervenções pedagógicas e demais projetos, focando nas necessidades individuais de cada criança e jovem da rede”, destaca a superintendente de Avaliação Educacional, Joyce Petrus.

Cronograma

Entre os dias 7 e 16/3, será aplicada a Avaliação Diagnóstica de 2022. Esse primeiro teste será utilizado para que o professor possa entender quais habilidades os alunos não consolidaram no ano anterior e no que precisam avançar. A avaliação vai permitir que os profissionais revisem e adequem as estratégias de ensino às necessidades das turmas e dos estudantes.

Já a Primeira Trimestral, em junho, e a Segunda Trimestral, em setembro, terão o papel de levar o professor a verificar se os objetivos estabelecidos para cada trimestre foram alcançados. As avaliações serão um termômetro para o acompanhamento da aprendizagem e a realização de estratégias assertivas de intervenção, ainda durante o ano letivo.

Participarão das avaliações estudantes matriculados nas turmas regulares do 2° ano do ensino fundamental ao 3° ano do ensino médio, além das turmas de Educação de Jovens e Adultos e de Correção de Fluxo. Os resultados das avaliações não valem nota, mas cada escola pode optar por conceder, ou não, alguns pontos pela participação na atividade.

A orientação da SEE/MG é para que a aplicação dos testes seja realizada nas escolas e, em casos excepcionais, na casa do estudante.

A aplicação atenderá a dois formatos: digital e impresso. A escola que optar pelo digital poderá orientar os estudantes a acessar os cadernos de prova pelo aplicativo Conexão Escola ou via web. Além disso, no website Estude em Casa, estarão disponíveis os guias de orientação para acesso e navegação. As unidades de ensino também poderão imprimir os cadernos de provas e organizar um horário para que os estudantes façam os testes impressos.

Os alunos que fizerem as avaliações receberão um Plano Individual de Estudos, com indicação de materiais de revisão e aprofundamento dos conteúdos.

Estratégia consolidada

Em Minas Gerais, a aplicação de avaliações formativas já foi incorporada como estratégia de acompanhamento do aprendizado dos estudantes.

A primeira avaliação diagnóstica foi aplicada ainda em 2020 e serviu para identificar, de forma individualizada, quais habilidades os estudantes conseguiram ou não consolidar durante o ensino remoto. Já em 2021 foram realizadas quatro avaliações: uma diagnóstica, realizada logo no início do ano letivo; duas trimestrais e uma avaliação final pelo Proalfa e Proeb.

No ano passado, as taxas de participação dos estudantes foram surpreendentes, mesmo durante o ensino remoto. Na Avaliação Diagnóstica, nos anos iniciais do ensino fundamental a participação foi de 82,7%; nos anos finais foi de 66,6% e no ensino médio de 63,4%. Já na Primeira Avaliação Trimestral, nos anos iniciais a taxa de participação foi de 85,1%; nos anos finais foi de 66,9%; e, no ensino médio, de 60,7%. Na Segunda Avaliação Trimestral, as taxas aumentam: 87,4% nos anos iniciais; 69,5% nos anos finais; e 61,4% no ensino médio.

Os resultados das avaliações também auxiliaram a SEE/MG a desenvolver um robusto programa de reforço escolar. A partir dos resultados dos testes, alunos de todo o estado foram convidados a participar de aulas extras de Língua Portuguesa e Matemática. Só no último ano, foram atendidos 90.667 estudantes. Para 2022, estão previstas novas turmas de reforço. Além disso, são utilizados para intervenções pedagógicas, proposição de formações continuadas e  para indicação de escolas prioritárias.

Prêmio Escola Transformação

A taxa de participação e os resultados dos estudantes nas avaliações são critérios utilizados para a premiação das escolas no Prêmio Escola Transformação 2022, iniciativa da SEE/MG utilizada para reconhecer publicamente as práticas e experiências de sucesso no processo de melhoria da qualidade da educação. As normas e orientações para a realização do prêmio deste ano foram publicadas no Diário Oficial de Minas Gerais de 22/2. Serão investidos até R$ 105 milhões no prêmio de 2022, com a distribuição de 1.050 prêmios.

Fonte Agência Minas

Deixe uma resposta