Voo com doses da Pfizer para crianças em Minas Gerais é cancelado

Voo com doses da Pfizer para crianças em Minas Gerais é cancelado

Ainda não há previsão de novo voo com as doses

O voo previsto para chegar no Aeroporto de Confins na manhã desta sexta-feira (14) com a primeira remessa de doses para vacinar crianças de 5 a 11 anos contra a Covid-19 em Minas Gerais foi cancelado. A informação foi confirmada pela BH Airport, concessionária que administra o aeroporto. De acordo com a assessoria, ainda não há previsão de novo voo com as doses.

A Latam, empresa aérea responsável pelo voo, disse à reportagem que o cancelamento ocorreu porque houve atraso na entrega das doses da vacina. De acordo com a assessoria, as doses deveriam ter chegado na noite de quinta-feira (13), mas só foi entregue somente na manhã desta sexta.

Com isso, a Latam informou que uma equipe de logística tem trabalhado para remanejar o envio. Entretanto, ainda não há previsão de novo voo. A assessoria informou também que o atraso ocorre não apenas em Minas, mas em todo o Brasil.

A reportagem questionou o Ministério da Saúde sobre o motivo do atraso na entrega das doses da vacina e em quais outros estados isso ocorreu e aguarda retorno.

Por meio de nota, a Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) confirmou o cancelamento do voo e que aguarda comunicado do Ministério da Saúde com a nova previsão.

Previsão é de recebimento de 110.000 doses

A previsão é a de que Minas Gerais receba 110.000 doses Pfizer da 1ª remessa de vacinas Contra a Covid-19 para crianças, cujo lote chegou ao Brasil na madrugada desta quinta-feira.

O secretário de Estado de Saúde de Minas Gerais, Fábio Baccheretti, informou que o Estado também espera já ter a primeira criança vacinada em Minas Gerais (entre 5 e 11 anos) ainda neste sábado.

Entretanto, com o atraso na chegada das doses, essa previsão deve mudar.

Minas Gerais pretende vacinar pouco mais de 1,8 milhão de crianças no total. Dessa forma, a volta às aulas para muitos estudantes será sem aplicação da primeira dose.

O imunizante da Pfizer para crianças foi aprovado pela Anvisa ainda em dezembro. Ele deve ser aplicado em duas doses, e recomenda-se que o intervalo seja de oito semanas entre elas.

Fonte Jornal O Tempo

Deixe uma resposta