Porque o tédio é importante para o desenvolvimento, crescimento e amadurecimento das crianças?

Porque o tédio é importante para o desenvolvimento, crescimento e amadurecimento das crianças?

Nós adultos preocupamos em oferecer muitas atividades extracurriculares para as crianças. Como as aulas de idiomas, prática de esportes… No entanto, apesar da grande importância desses momentos para o desenvolvimento infantil, não precisamos preencher todo o tempo livre das crianças… O tédio é importante para elas.

Atividades escolares, tarefas de casa, aulas de inglês, futebol, judô, ballet, teatro e muitas brincadeiras. Por vezes, a rotina das crianças é cheia de compromissos! Mesmo assim, de repente, elas reclamam: “Não tenho nada para fazer”.

Sabemos que o grande fluxo de informações e o elevado número de atividades diárias fazem parte da vida moderna. Além de haver uma pressão para que sejamos produtivos o tempo todo. No entanto, é preciso um equilíbrio.

De fato, as atividades extracurriculares, são importantes para a preparação das crianças para a vida adulta. No entanto, ter um tempo para não fazer nada também é muito importante para o desenvolvimento dos pequenos. E é essencial que elas aprendam a lidar com a sensação do tédio.

O excesso de estímulos visuais, sonoros e táteis, por exemplo, fazem com que as crianças se acostumem a vivenciar tudo de maneira muito rápida. Então, é de se esperar que qualquer atividade menos dinâmica irá entediá-las. Porém, a ânsia dos pais para manter as crianças constantemente entretidas pode ter consequências para as futuras gerações.

Quando descansamos, ou estamos “sem nada” para fazer, nosso cérebro constrói conexões.
É nesses momentos que o nosso corpo elabora os estímulos que recebemos ao longo do dia: tudo o que ouvimos, vimos e sentimos. Por isso, principalmente para as crianças menores, que absorvem muitos conhecimentos novos, é preciso ter um tempo para acomodar todas essas informações.

Ainda, o tédio é muito importante para estimular a criatividade. Isso porque é a partir desses intervalos na rotina que as crianças têm a oportunidade de criar brincadeiras não estruturadas, construir seus próprios brinquedos e imaginar livremente novas possibilidades. Ou seja, o tédio é fundamental para o desenvolvimento cognitivo saudável das crianças.

Por fim, os momentos de pausa também oferecem aos pequenos e pequenas a oportunidade de explorar os seus mundos, tanto seu universo interno quanto o ambiente externo, como a casa, o quintal, o parque. Dessa forma, elas têm um tempo para observar a natureza e as pessoas ao seu redor, descobrir seus próprios interesses, praticar suas habilidades e muito mais. Afinal, é assim que as crianças aprendem a interagir com os outros e com o mundo.

Por meio do tédio, as crianças aprendem a imaginar, inventar e, acima de tudo, criar. Por isso, a importância de não preencher todo o tempo livre das crianças. Precisamos permitir que as crianças entrem em contato com o seu eu. E lidar com o tédio oferece essa tão valiosa oportunidade!

Deixe um comentário