Psicomotricidade e Integração Sensorial beneficiando o desenvolvimento das crianças

Psicomotricidade e Integração Sensorial beneficiando o desenvolvimento das crianças

A Psicomotricidade deve ser considerada principalmente na primeira infância, período em que há uma grande plasticidade cerebral.

Através do movimento do corpo, a Psicomotricidade permite estimular as ligações neuronais, para serem geradas em maior quantidade.

Saltando, rolando, subindo escadas, correndo ou jogando bola, os pequenos tomam consciência do seu próprio corpo, ao mesmo tempo que adquirem conceitos sobre o que os rodeia: em cima e em baixo, para a frente e para trás, esquerda e direita, etc.

Tudo isto propicia o desenvolvimento físico e cognitivo das crianças, enquanto potencia seu controle emocional e a sua estimulação.

Benefícios:
1- Motor: consciência do próprio corpo e assim aprende a dominar o movimento corporal.
2- Cognitivo: facilidade aprendizado, melhora memorização, atenção e foco. Iniciação de conceitos espaciais, formas, cores …
3- Socio Afetivo: equilíbrio emocional, descarrega tensão. Auxílio nas relações interpessoais, autonomia, autoestima e coragem para enfrentar os medos.

 A Psicomotricidade atua em diferentes aspectos, dentre eles: sensoriais, comportamentais, sociais, emocionais, na linguagem e na comunicação. 

O trabalho psicomotor tem ação direta no processo de estimulação sensorial assim a intervenção da Terapia Ocupacional em integração sensorial quando somada a abordagem psicomotora tem grandes benefícios para os pacientes.

A estimulação sensorial atua na descoberta de novas possibilidades através de objetos com diferentes tamanhos, pesos, texturas, diferentes formas de locomoção (em diferentes níveis). Através da prática busca-se proporcionar descobertas a partir da percepção do desejo da criança/adolescente. Podemos citar alguns resultados observados como: melhoria nos aspectos comportamentais, melhor aceitação do toque, aceitação de novos estímulos, aceitação de brincadeiras adequadas, vivências com novos estímulos (água, areia…).

Uma das bases da integração sensorial considera que, quando se promovem experiências sensoriais, através de atividades significativas e dirigidas especificamente para o indivíduo, promove-se também o planejamento motor e reações adaptativas, favorecendo a capacidade de processamento sensorial e conduzindo a uma potencialização da aprendizagem e melhoria do comportamento.

Dentre algumas estratégias para se trabalhar o desenvolvimento global, está a intervenção psicomotora, auxiliando no desenvolvimento, ampliando seu repertorio motor/sensitivo e proporcionando diferentes possibilidades a serem vivenciadas de forma planejada, possibilitando assim compreender as próprias sensações.

O Planejamento das atividades é elaborado buscando estimular a criança/adolescente de forma integral de acordo com a particularidade de cada um. As intervenções lúdicas são excelentes nesse processo, pois favorecem a ampliação do repertório sensório- motor.

Fabiana Rodrigues

Terapeuta Ocupacional Infantil

31 989313616

Deixe uma resposta