Polícia investiga morte de recém-nascido com sinais de violência

Polícia investiga morte de recém-nascido com sinais de violência

Na quinta-feira, dia 25 de março, por volta das 17h45, policiais militares foram solicitados pela médica responsável pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) a comparecer no bairro Jardim das Flores. A médica relatou aos militares que a equipe foi acionada para prestar socorro a um recém-nascido de 30 dias. O bebê que já estava em óbito, apresentava lesões, possivelmente provocadas por violência.

A mãe da criança, 26 anos, estava presente e durante entrevista apresentou sinais de estado puerperal, relatando que o recém-nascido estava chorando muito e após ficar irritada, apertou e sacudiu a criança.A Polícia Civil acompanhou a ocorrência, realizando filmagem dos relatos da autora.

Pai e madrasta da mulher, além de testemunhas no local, relataram que a autora já fez tratamento psiquiátrico e possui histórico de agressões contra seus outros dois filhos. (fatos não registrados através de ocorrências policiais). A mulher foi presa e conduzida a Delegacia de Polícia.

Deixe uma resposta