Os riscos das infecções bucais para nossa saúde

Os riscos das infecções bucais para nossa saúde

   As bactérias estão em várias partes do nosso corpo, podendo ser benéficas e até mesmo essenciais à manutenção da nossa saúde. Em nossa cavidade oral, os micro-organismos vivem de forma organizada como uma comunidade, chamada de Biofilme. Dependendo das condições, as bactérias se multiplicam e vivem na boca sem causar qualquer dano a nossa saúde. Porém, quando os cuidados com a higiene não são adequados, a comunidade bacteriana pode passar a oferecer riscos a saúde do seu hospedeiro liberando toxinas que ativam a resposta do corpo proporcionando o aparecimento de problemas.

   Quando nosso organismo passa a reagir às agressões provocadas pela desorganização das bactérias, substâncias químicas podem causar algumas alterações e, consequentemente, dar origem a algumas doenças. A mais conhecida é a cárie, que em seu estado mais grave provoca dor e inflamação do sistema pulpar do dente, sendo necessário o Tratamento Endodôntico (Tratamento de Canal). Porém, situações mais graves podem acontecer, se caso o tratamento Endodôntico não for feito, ou se não for feito corretamente. Quando isso acontece, bactérias de alto poder virulento e destrutivo promovem infecções que geram dores intensas, edemas, fechamento de glote, inchaço e bacteremia que é a entrada da bactéria na corrente sanguínea gerando problemas generalizados em outros órgãos.

   Um outro problema muito conhecido são as Doenças gengivais. Devido ao acúmulo de placa bacteriana, essas passam a reagir às agressões liberando substâncias químicas que podem causar a inflamação da gengiva e das mucosas da boca. Além disso, células do próprio corpo são ativadas e acabam reabsorvendo o tecido ósseo que dá suporte aos dentes, e essa condição leva desde sangramento na gengiva, mal hálito, dor até o amolecimento e perda dos dentes.

   Má higiene, alguns hábitos alimentares, tabagismo e disfunções das glândulas salivares estão por trás do desequilíbrio na comunidade bacteriana o que acarreta esses riscos. A descompensação na proliferação das bactérias pode ocasionar, ainda, alterações na gravidez, complicações cardíacas e vasculares e dificuldade no controle da glicemia em pacientes diabéticos.

   Portanto, para se manter a flora bacteriana em equilíbrio e em harmonia em nossa boca e consequentemente em nosso corpo, é necessária uma boa escovação, uso diário do fio dental, seguir uma dieta equilibrada, com baixo consumo de açúcar e carboidratos, controlar o peso, a pressão arterial e a glicose no sangue, mantendo bons hábitos e as visitas regulares ao Cirurgião Dentista.

Class Odontologia Estética

Responsável Técnico Dr. Marcelo Augusto Barros de Albuquerque

CRO MG 40.252

Rua Coronel Albino 202 Centro

Contato (31) 4114-1196 (Fixo e WhatsApp)

Deixe um comentário