Júlio César, conhecido por agredir mulheres em Lafaiete, é abordado pela Polícia Militar e levado para o CAPS

Júlio César, conhecido por agredir mulheres em Lafaiete, é abordado pela Polícia Militar e levado para o CAPS

Um homem conhecido na cidade por agredir mulheres em Lafaiete,  foi abordado pela Polícia Militar, na última quinta-feira, 11 de agosto,  após se envolver em atritos no bairro Cachoeira em Lafaiete. Júlio César foi levado para o CAPS para ser medicado e aguardar outros procedimentos.

A polícia militar já efetuou 76 registros de intervenções, porém todos os delitos se enquadram na Lei Nº 9.099, que são delitos de menor potencial ofensivo, onde não é arbitrada a prisão em flagrante, o autor assina o compromisso de comparecer em juízo em data pré-definida, sendo facultado o comparecimento. Caso não compareça, o Ministério Público determina para que a Polícia Civil instaure um inquérito contra o cidadão.

Por se tratar, aparentemente, de um cidadão mentalmente perturbado, ainda que sejam delitos de menor potencial ofensivo, poderia evoluir, por ele, em tese, não responder pelos próprios atos.

De tal forma que Júlio poderia se tornar também, vítima de algum delito grave.

A Polícia Militar seu compromisso com a comunidade ordeira, ainda que precipuamente não seja função.  A Polícia Militar entrou em contato com o CAPS, e com muita dificuldade foi realizada a abordagem ao cidadão, sendo conduzido ao Centro de Atenção Psicossocial, foi medicado e aguarda a liberação de vaga para ser internado em Barbacena.

Deixe um comentário