Governo lança 5ª etapa do Mãos à Obra na Escola, com investimentos de R$ 97,2 mi

Governo lança 5ª etapa do Mãos à Obra na Escola, com investimentos de R$ 97,2 mi

Com os novos recursos, Educação chega a mais de R$ 326,6 mi investidos, o maior feito nas unidades de ensino da rede pública estadual

Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Educação (SEE/MG), segue com a forte política de investimentos em Educação. O programa Mãos à Obra na Escola chega à 5ª etapa, contemplando centenas de unidades em todas as regiões do estado. Ao todo, são mais de R$ 97 milhões, aplicados em obras em 361 escolas. 

A iniciativa destina recursos para reformas e melhorias na infraestrutura das escolas públicas estaduais e tem propiciado investimento e transformação, para melhor, do ambiente escolar, desde o início da atual gestão.

O programa foi lançado em 2019 e já recebeu quatro etapas de recursos. Muitas escolas, de todas as regiões do estado, já tiveram as obras concluídas e, outras estão com adequações em execução. Somando as quatro fases anteriores, o Mãos à Obra na Escola já destinou R$ 229,4 milhões para melhorias dos prédios escolares. 

Com os novos recursos, alcança o montante de mais de R$ 326,6 milhões investidos. Maior investimento feito por uma administração estadual em infraestrutura das escolas. Somadas as cinco etapas, 1.508 escolas, nas áreas das 47 Superintendências Regionais de Ensino (SREs), contam com benefícios proporcionados pelos recursos do Mão à Obra na Escola.

Agilidade 

Para dar ainda mais agilidade à execução das obras, a SEE/MG fez um processo seletivo simplificado para contratação de engenheiros civis. Os profissionais atuarão em 45 Superintendências Regionais de Ensino (SREs) e também no órgão central, na Cidade Administrativa, em Belo Horizonte. Ao todo, são 58 vagas para o cargo de Analista Educacional – ANE / Engenheiro Civil, destinadas também à formação de cadastro reserva.

Os profissionais vão trabalhar na elaboração de planilhas e acompanhar as obras, junto às empreiteiras que executarão as reformas. O objetivo é dar mais celeridade às obras necessárias nas unidades escolares e lançar outras etapas do programa Mãos à Obra com mais agilidade.        

Histórico

As escolas contempladas pelo Mãos à Obra são escolhidas por critérios técnicos de ponderação de urgência e criticidade. São instalações que necessitam de intervenções emergenciais, como construção de muros, reforma de telhados, banheiros, cozinha, refeitórios, rede elétrica, reforço estrutural de salas de aula, substituição de portas e reforma geral de instalações. 

A primeira etapa do programa foi anunciada em maio de 2019, quando foram liberados R$ 20,3 milhões para intervenções em 131 escolas, de 92 municípios. Já a segunda fase foi anunciada em setembro de 2019, com investimentos de R$ 28,3 milhões na revitalização e na reforma de 208 escolas públicas estaduais, localizadas em 137 municípios de todas as regiões do estado.

A 3ª fase da iniciativa foi anunciada em dezembro de 2019, com o investimento de mais de R$ 74,1 milhões, beneficiando 481 escolas, localizadas em 241 municípios. Em novembro do ano passado, a 4ª etapa somou mais R$ 106,7 milhões investidos na melhoria dos prédios escolares.

Agora, a 5ª etapa do programa terá mais de R$ 97,2 milhões aplicados em obras em 361 escolas, localizadas em todas as regiões de Minas.

Agência Minas

Deixe uma resposta