Glaycon Franco anuncia pré-candidatura a deputado federal

Glaycon Franco anuncia pré-candidatura a deputado federal

Parlamentar reafirma em vídeo compromisso de continuar trabalhando em prol do desenvolvimento de Minas Gerais

O deputado estadual Glaycon Franco confirmou nesta sexta-feira, 29, por meio de suas redes sociais, que disputará o cargo de deputado federal. Natural de Conselheiro Lafaiete, foi não só o mais votado em sua cidade natal, como recebeu o apoio dos mineiros e mineiras em mais de 300 municípios.

Glaycon Franco sabe, acima de tudo, que a missão é ainda maior. “Vamos ampliar todo o trabalho que temos realizado, com comprometimento, muita dedicação, transparência, que sempre conduziram minha atuação”, destacou.

Trajetória

Quem conhece a trajetória de Glaycon Franco sabe que são mais de 30 anos dedicados ao serviço público. Primeiramente, como médico do Programa Saúde da Família. Percorreu dezenas de cidades da região do Alto Paraopeba, Campos das Vertentes, Vale do Piranga cuidando das pessoas.

Esse contato direto com a população mostrou, aos poucos, outra vocação pela qual seria possível transformar, para melhor, a vida da população: a política.

Como deputado estadual, apresentou mais de 60 Projetos de Lei, tendo muitos deles aprovados e sancionados pelo Governo do Estado. Foi eleito vereador com votação recorde em Conselheiro Lafaiete. Sua atuação sempre em prol do desenvolvimento do município, seu comprometimento, inteligência e habilidade o destacaram e permitiram voos maiores.

Trabalha pelo desenvolvimento socioeconômico, a sustentabilidade, a cultura, a saúde, a educação, a segurança pública, a agricultura familiar. Acredita que a junção de forças dos municípios do interior, fortalecendo as associações e o trabalho em parceria, é o caminho para alavancar o incremento regional.

Esteve à frente em temáticas importantes, como a Frente Parlamentar em Defesa da BR-040, a Comissão Parlamentar de Inquérito da Barragem de Brumadinho, a Proposta de Emenda à Constituição 49, sancionada pelo Estado e que visou garantir aos profissionais da Educação o piso salarial nacional.

Deixe um comentário