Empréstimo consignado do INSS pode começar a exigir confirmação por biometria

Empréstimo consignado do INSS pode começar a exigir confirmação por biometria

INSS anuncia novidades em seus serviços bancários. Nessa quinta-feira (24), o Instituto Nacional do Seguro Social sinalizou seu interesse em utilizar tecnologias biométricas na validação do empréstimo consignado. A ação objetiva reduzir o assédio bancário realizado a partir de vazamento de dados pelo órgão.

Os aposentados e pensionistas do INSS que desejarem solicitar uma linha de crédito, devem ficar atentos.

Há um debate na gerencia da previdência para que a população passe a utilizar o serviço de biometria para evitar fraudes, ou contratações sem consentimento. A proposta foi comentada pelo presidente do órgão, Leonardo José Rolim.

Detalhamentos sobre o uso da biometria no INSS

Em audiência da Comissão de Fiscalização Financeira e Controle da Câmara dos Deputados, Rolim passou a responder os questionamentos sobre vazamentos de dados dentro do INSS. Há inúmeros relatos dos segurados que tem suas informações expostas.

Com isso, eles passam a ser assediados por empresas bancárias que ofertam empréstimo consignado, recebendo frequentes ligações ofertando o produto. Caso a biometria seja adotada, o gestor espera que os titulares fiquem mais seguros.

“Sou servidor da Câmara e também recebo assédio de pedidos de consignados quase que diariamente. Em geral, isso é feito por correspondentes bancários, e é algo que ainda ocorre em larga escala”, disse o presidente do INSS.

Ele ressaltou que a proposta vem sendo objeto de estudo e aprimoramento dentro da administração do INSS, que busca por alternativas como a biometria para resolver o problema. Rolim afirmou não destacar:

A possibilidade de utilizar tecnologia de confirmação biométrica que já é usada para a prova de vida, para que o aposentado pensionista confirme o empréstimo consignado”.

Fonte: FDR

Deixe uma resposta