“Criança Feliz”!

“Criança Feliz”!

Uma criança feliz não é uma criança acolhida pelos pais.  Elas devem saber onde estão seus limites e o que pode e o que não pode fazer. Uma criança que se sente amada, que demonstra alegria em seu ambiente familiar, que consegue diferenciar as limitações da sua vida e as aceita, é uma criança plena. E ela crescerá mais responsável e consciente de si mesma e do que está acontecendo ao seu redor.

Quando falo de criança feliz, é importante não confundir o conceito de que devemos dar tudo a ela e de que ela tem que conseguir tudo quando quiser para não se frustrar. A frustração, por mais que não gostemos dela, é uma parte da vida (muito importante), e a criança sofrerá com ela mais cedo ou mais tarde.

No entanto, uma criança feliz e bem criada terá as ferramentas necessárias para superar qualquer fase ou trauma.

Existem características que definem uma criança feliz? Não são regras, mas fortes indícios e sinais que você pode observar e entender como se manifestam no comportamento da criança e como se refletem na vida dele, como…

Criança feliz é…

* Barulhenta;

* Corre;

* Ri com intensidade;

* Fala em voz alta;

* Não fica sentada por muito tempo;

* Brinca muito;

* Chora;

* Expressa suas emoções…

Enfim criança saudável é criança feliz!!!

Vamos dar amor, carinho, escuta, acolhimento e limites as nossas crianças assim vão crescer felizes e se tornarem adultos fortes e bem resolvidos.

Fabiana Rodrigues

Terapeuta Ocupaciona Pediátrica

Deixe um comentário