Confira a crônica do advogado e escritor Sílvio Lopes: A palavra na pedra

Confira a crônica do advogado e escritor Sílvio Lopes: A palavra na pedra

Existe iniqüidade sentada na pedra. A pedra fica no meio das palavras. As palavras não estão no caminho. Faço uma gaiuta e me escondo do sacrifício cruento dos homens. As palavras aborrecidas cantam hosana na cara do filósofo doente. Ele é incrédulo. É um pensador livre, afastado do mundo. Não sou aquele viandante. As palavras direitas estão ceifando as sinistras e ele não vê. As palavras sinistras são verdadeiras. Não estão sentadas na pedra.

Sílvio Lopes de Almeida Neto

Escritor e advogado
Instagram: @silvioadvcrim

Este post tem 2 comentários

Deixe uma resposta